segunda-feira, 2 de junho de 2008

AMOR

Não sou ciumenta.
Mas tenho medo de perder esse amor.
Nossa história confusa é um lindo caso de amor,
um filme de romance, uma música.
‘nossos destinos foram traçados na maternidade’

Será que deixo esse conto de fadas escorrer pelas palmas de minhas mãos?
Deixo ser breve como um gozo?
E no futuro?
Terei deixado para traz meu grande e verdadeiro amor?
Terei a família que faz parte dos meus sonhos?

O meu medo é conquistar o mundo e não plantar o meu próprio jardim.
Eu não vivo sem amor.

3 comentários:

jupyhollanda disse...

nem eu Betina. Nem eu...

esse texto hj foi perfeito para mim.

Bjos,

Juju

Rafael Sardenberg disse...

Muito legal seu blog, Betina. Parabéns. Continue escrevendo.
Um beijo grande do seu amigo,
Rafael

Carla Passos disse...

"O meu medo é conquistar o mundo e não plantar o meu próprio jardim..."

Eu ia escrever alguma coisa, mas me perdi nos pensamentos, nos medos...

Vc é adorável!!!