segunda-feira, 26 de novembro de 2007

M O V I M E N T O

Quero escrever movimento puro!!!
... quero escrever movimento puro...

Um dia virá em quem todo meu movimento será criação, nascimento, eu romperei todos os nãos que existem dentro de mim, provarei a mim mesma que nada há a temer, que tudo o que eu for será sempre. onde haja uma mulher com o meu princípio, erguerei dentro de mim o que sou um dia.
Eu serei forte como a alma de um animal e quando eu falar serão palavras não pensadas e lentas, não levemente sentidas, não cheias de vontade de humanidade, não o passado corroendo o futuro!
Experimento viver sem passado, sem presente, sem futuro. Eis-me aqui: livre.

Liberdade é pouco. O que eu desejo: ainda não tem nome.


fragmentos de Clarice Lispector.

1 comentário:

manuh disse...

Lembro-me perfeitamente de vc recitando essa poesia aqui na bolha, momentos mágicos, que despertaram sentimentos puros, verdadeiros.. Uma sementinha que está rendendo muitos frutos!

Beijo bem grande!