quinta-feira, 21 de maio de 2009

dentro

Esse encontro comigo
está na respiração
na posição do meu corpo
e da minha mente em paz.

Esse tremendo pensamento
ocupa espaços terrivelmente dominados
pelo que eu nem sei o que...

Estou nessa onda de querer evoluir.

Sinto medos que não sentia.
Medo de tantas coisas...
Medo de doença, de tragédia, da morte, do erro, do fracasso...
E por ai vai...

Catuca lá dentro pra vc ver...
Sai cada coisa...
Coisas que vc já enfiou lá dentro há tanto tempo
que achava que tinha esquecido.

Sabe essa criança que precisa crescer?
Ela está chorando.
Chorando por temer o futuro que te espera.
Temendo a falta de amor.
Ser desabrigado é muito ruim.
Não tem teto, nem chão pra se agarrar.

Para encontrar a terra certa para germinar
é preciso uma compreensão muito grande da sua semente.
Estou sensível como um lírio
qualquer vento me derruba do galho.

4 comentários:

Augusto disse...

"Eu tenho medo de abrir a porta e dar pro sertão da minha solidão" (Belchior)

Blog exelente,
parabens!

Adriana Monteiro de Barros disse...

BB,

crescer dói mas é preciso. vc tem uma força incrível, às vezes te olhando me vejo há slguns anos atrás...que bom que vc está saindo deste casulo .

bjs mil

luliX pandaglia disse...

Quanta sensibilidade e profundidade. Belíssimo!!!

MaysaBritto disse...

a luz que vem de dentro ilumina nossos caminhos...bjs